Blog

8 janeiro 2018

Como estimular a aprendizagem dos bebês na escola?

Ao nascer, o cérebro do bebê contém 100 bilhões de neurônios! Durante seus primeiros anos, outras trilhões de conexões de células cerebrais surgem, mas para que isso aconteça, é necessário estimular a aprendizagem dos bebês.

 

Incentivar a aprendizagem nos primeiros anos é preciso.

 

Quando você proporciona experiências enriquecedoras à criança, a partir de leituras e incentivo da prática educacional, é positivo, porque ele vai adquirir ricas habilidades de linguagem, raciocínio e planejamento.

 

Salas de aula pré-escolares efetivas são lugares onde as crianças se sentem bem cuidadas e seguras. São estes espaços que as crianças vão ser valorizadas enquanto indivíduos tendo suas necessidades de atenção, aprovação e carinho, supridas.

 

Eles também são lugares nas quais as crianças podem ser ajudadas a adquirir uma base sólida no conhecimento… E, principalmente, nas habilidades necessárias para o sucesso escolar.

 

As crianças pequenas precisam de professores que recebam todas em suas salas de aula, incluindo àquelas com uma cultura diferente e a criança com deficiência.

 

 

QUER DICAS SOBRE COMO AVALIAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL?

CLIQUE AQUI e garanta AGORA MESMO um E-Book GRATUITO sobre os Desafios de Avaliar na Educação Infantil!

 

 

A dedicação do professor faz diferença.

 

As crianças pequenas precisam de professores que tomam tempo para trabalhar com eles individualmente ou em grupos pequenos, para ajudá-los a desenvolver suas habilidades cognitivas e sociais, além de suas habilidades de linguagem e seu interesse em aprender coisas novas sobre o mundo.

 

Os bebês precisam de instruções para desenvolver o pensamento, a linguagem e as habilidades de alfabetização, isso porque ainda são muito novos e não conseguem adquirir esses conhecimentos e estímulos por si só.

 

Educadores bem preparados sabem quando as crianças podem descobrir novas ideias e conceitos por conta própria ou quando é importante explicar as coisas passo a passo.

 

Eles também incentivam as crianças a participarem das atividades em sala de aula e a honrarem as regras da escola, além de ouvirem o que os pequenos dizem, ao construir seus vocabulários.

 

A leitura na educação infantil faz toda a diferença

 

Os professores concordam que uma das coisas mais importantes que se pode fazer para ajudar o bebê é ler para ele, porque isso estimula a concentração, atenção e desenvolvimento cerebral.

 

 

NÃO SABE A DIFERENÇA ENTRE VYGOTSKY, PIAGET E WALLON?

CLIQUE AQUI e garanta AGORA MESMO seu E-Book Semelhanças e Diferenças : Piaget, Vygotsky e Wallon, e saiba tudo sobre seus conceitos!

 

 

A leitura é a chave para o sucesso de uma criança na escola, desta forma, estimular o entendimento de figuras e as primeiras palavras, através da leitura, é um ótimo começo.

 

O desenvolvimento infantil depende, na maior parte do tempo, da experiência educativa. Esta é uma ótima maneira de ensinar os pequenos sobre escolhas e consequências.

 

Escolha livros com imagens grandes e coloridas, e compartilhe o deleite do bebê em apontar e fazer ruídos, estimular a aprendizagem dos bebês é também mostrar a associação de figuras e sons.

 

As experiências do dia-a-dia são oportunidades de ensino

 

As rotinas e situações diárias podem ser oportunidades práticas de aprendizagem dos bebês, incentive o seu aluno-bebê a pronunciar suas primeiras palavras. Uma boa dica é praticar atividades que envolvam músicas animadas, isso irá ajudar no entendimento das palavras e na pronuncia correta, respeite o limite e a individualidade de cada criança.

 

Se você não tiver certeza de como criar oportunidades de aprendizado da rotina diária, não hesite em pesquisar ou até consultar outros educadores. Os professores estão cheios de ideias e truques para ajudar seus alunos na sala de aula.

 

Responda a questões infantis com vocalizações diferenciadas.

 

Para que ele perceba a diferença nas situações, essa estimulação precoce, no fim das contas, vai ser muito positiva. Crie essa rotina na educação infantil de colha os bons resultados.

 

Jogos e brincadeiras para crianças de 0 a 2 anos são essenciais

 

 

Jogos que envolvem as mãos são muito bem recomendados, porque os bebês respondem bem ao aprender brincadeiras sequenciais simples, fique atento.

 

Quando o bebê apontar, certifique-se de seguir com o seu olhar, e comentar sobre itens ou eventos de interesse para a criança. Esta “atenção conjunta” confirma para o seu bebê a importância dos seus interesses e observações.

 

Planeje atividades que tenham um propósito e que desafiem as crianças. Esteja apostos para ajuda-las, para que desta forma elas aprendam a trabalhar em conjunto e a resolver seus conflitos com você para ampará-la em algo.

 

Incentive-as a respeitar o tempo e os pertences pessoais, forneça  muitas oportunidades para conversas entre crianças e adultos. E saiba como estabelecer e manter a ordem em uma sala de aula, mas de forma que permita que as crianças aprendam a participar e a aprender.

 

Use a disciplina para estimular a aprendizagem dos bebês

 

Faça as refeições e o tempo de descanso positivo, diga os nomes dos alimentos em alta conforme o bebê come. Demonstre prazer quando ela aprende a se alimentar, não importa quão bagunçado as tentativas iniciais possam ser, isso irá transmitir boas associações com as refeições e comer. Batalhas e irritação sobre os alimentos podem levar a padrões emocionais negativos do cérebro.

 

Forneça respostas claras às ações ao bebê.

 

Um cérebro jovem e em desenvolvimento aprende a ter sentido do mundo, você precisa responder ao comportamento do bebê de maneira previsível, reconfortante e apropriada. Seja consistente!

 

Use disciplina positiva. Crie consequências claras sem assustar ou causar vergonha aos pequeninos, se a criança age de forma inadequada, como, ao bater em outra criança, desça ao nível dos seus olhos, use um baixo tom de voz, pareça sério para reafirmar claramente as regras.

 

Mantenha as regras simples, consistentes e razoáveis ​​para a idade do bebê, ou seja, esperar que um bebê não toque em um vaso de vidro em uma mesa, não é nada razoável, assim como esperar que a mesma consiga manter a areia na caixa.

 

 

Brincadeiras que dão base para o conhecimento sempre são válidas

 

Promover a diversão atrelada ao conhecimento é sempre positivo para a formação do ser, por isso organize jogos e brincadeiras com materiais para fazer bagunça. Como água, areia e até lama. Isso ensinará a criança sobre a física e propriedades de misturas e texturas, líquidos e sólidos.

 

Durante o tempo do banho, o cérebro liga o conhecimento sobre água, sabão escorregadio e texturas de toalha, por exemplo. As experiências sensoriais são de grande importância para o cérebro na hora da aprendizagem dos bebês.

 

Expresse alegria e interesse nas atividades infantis, para o pequeno saber que o que está fazendo é certo. Deixe seu idioma corporal e seus olhos brilhantes verem a sua atenção.

 

Mostre que as atividades de balbuciar sílabas e suas delicadas carícias são válidas. Durante os primeiros anos de vida, os cérebros das crianças estão se desenvolvendo rapidamente e criam bases para a aprendizagem.

 

Estimular o desenvolvimento de órgãos

 

As interações que as crianças têm com os adultos influenciam a forma como elas se desenvolvem e aprendem. Como resultado, os educadores do berçário têm uma oportunidade privilegiada, porque proporcionam interações com os bebês que podem apoiar o crescimento.

 

Além de observar no desenvolvimento infantil, em particular, suas habilidades de linguagem e comunicação. A audição de um bebê, por exemplo, começa a se desenvolver enquanto ela ainda está no útero, ele pode assustar quando uma porta bate, porque os recém-nascidos são sensíveis às mudanças no som.

 

VOCÊ NÃO SABE COMO FAZER SEU TCC?

CLIQUE AQUI e garanta AGORA MESMO uma orientação GRATUITA, podendo ser presencial ou por videoconferência DE ACORDO COM A SUA DISPONIBILIDADE!

 

 

Mas, uma vez que está adormecido, pode fazer os mais diversos sons sem acordar. Isso é muito bom para a aprendizagem dos bebês.

 

Em primeiro lugar, o bebê será facilmente distraído por ruídos estranhos, quando estiver próximo de dois meses, ele começará a tentar imitar sons. Então, vai balbuciar letras, sílabas de palavras (na linguagem dele), em torno de 4 meses. A cerca de 6 meses, já poderá imitar sons específicos que você faz.

 

Comunicação é importante para a aprendizagem dos bebês

 

O que você pode fazer? Conversar, ler e cantar para esse pequeno ser, pois ajuda a construir sua personalidade, incentiva o desenvolvimento da linguagem e promove a ligação pessoal.

 

Você também pode deixá-lo apreciar os sons da vida diária e lhe descrever o que e está ouvindo. Para bebês que têm problemas para dormir, ligue um secador ou ventilador, pois isso é calmante por replicar os sons do útero.

 

Ao falar com o bebê, você ajuda a desenvolver seu vocabulário, mesmo quando são crianças. Tudo o que ele balbuciar é fruto das habilidades de aprendizagem da criança que se desenvolveram.

 

Os bebês expressam suas necessidades e começam a se comunicar de diversas maneiras, os educadores precisam reconhecer essa comunicação.

 

Estudos demonstraram que o número de palavras que uma criança aprende vai ser proveniente do ambiente escolar. As palavras que aprende com a idade de três anos crescem em com relação direta a quantidade de palavras faladas na escola.

 

Práticas para desenvolver habilidades de linguagem e comunicação

 

Essas interações beneficiam crianças de diferentes origens linguísticas e culturais, incluindo àquelas que são aprendizes de língua dupla. Esses bebês às vezes, podem se sentir socialmente isolados, e até ter dificuldade em comunicar seus desejos e necessidades.

 

Por isso, o você, professor precisará tomar algumas medidas para integrar esses bebês ao grupo:

 

Seja falante: participar de conversas com crianças é indicado;

Seja um comentarista: dê descrições de objetos, atividades ou eventos;

Misture conhecimentos: use diferentes tipos de palavras e gramática;

Rotule: fornecer aos bebês o nome de objetos ou ações;

Sintonize: envolva-se em atividades ou objetos que interessam crianças;

Leia interativamente: use livros para envolver a participação das crianças;

Leia novamente e novamente e novamente: leia livros várias vezes;

Estimule a fome por conhecimento: apresente objetos que provocam conversações;

Faça música: participe de atividades musicais;

Ensine: faça gestos ou sinais simples com palavras.

 

 

VOCÊ SENTE DIFICULDADE EM IDENTIFICAR O NÍVEL DE DESENVOLVIMENTO DOS SEUS ALUNOS?

CLIQUE AQUI e se inscreva AGORA MESMO na capacitação Saberes Sobre o Desenvolvimento na Educação Infantil, e aprenda tudo aquilo que não viu na graduação!

Incentive o desenvolvimento físico do bebê

 

Faça brincadeiras com o bebê no chão, fale sobre os brinquedos, cores e formas com as quais você está brincando, jogue uma bola para ele e incentive-o a fazê-la voltar. Essa é uma maneira de se nivelar a ele, e ensinar delicadamente a interação social.

 

Deixe a criança ir até você para estimular sua coordenação. Deite no chão e assista enquanto ela se arrasta até você, a criança fará isso sem qualquer encorajamento.

 

Continue com esta atividade e a criança vai usar você como suporte, até que ela vai se levantar para ficar de pé. Faça um curso de obstáculos para o pequeno brincar, ela adorará escalar por um túnel feito de caixas sob a cadeira ou atrás do sofá, jogue com brinquedos rolantes, como bolas e carros. O bebê terá a estabilidade para sentar-se e empurrá-los para frente e para trás, sozinho ou com você.

 

Entender como eles agem é positivo para a aprendizagem dos bebês

 

Os bebês chegam ao mundo cheio de curiosidade sobre as pessoas, os objetos e os lugares que eles encontram. As rotinas diárias, como a alimentação, a troca de fraldas e o banho, oferecem, especialmente, oportunidades ricas para se divertir, para se conectar e se relacionar com seus entes queridos e descobrir como o mundo funciona. Importantes habilidades de aprendizagem precoce começam com esses momentos cotidianos entre bebês e adultos.

 

É importante ler juntos e observar o bebê para aprender como ele se comunica através de sons, expressões faciais e gestos. Essas são as duas maneiras de dar-lhe uma base em alfabetização e habilidades linguísticas.

 

A autoconfiança cresce à medida que as crianças se sentem amadas e nutridas pelos adultos que cuidam deles. Eles começam a desenvolver o autocontrole (embora eles não dominem essa habilidade durante um bom tempo), e aprendem a pensar usando seus sentidos para jogar e explorar o mundo à sua volta.

Assim…

 

Lembre-se: Se o bebê está interessado e envolvido em uma atividade – e se divertindo – ele está aprendendo! Não é necessário “ensinar” crianças muito novas, a aprendizagem dos bebês está nessas atitudes e gestos.

 

As aulas formais e outras atividades que empurram os bebês e as crianças a aprender conceitos não são legais, porque são dadas antes de estarem prontas, e não ajudam no desenvolvimento ou fazem com que melhorem na escola.

 

Na verdade, elas podem até fazer as crianças se sentirem frustradas, isso quando são pressionadas a fazer algo que não conseguem ou não gostam.

 

Então, atenda que esses primeiros dias de brincar com o pequeno é exatamente o que ele precisa para crescer e aprender, tudo o que o bebê vê, sente, ouve, experimenta e estimula o cérebro. Trata-se de conectar-se com o mundo e pessoas.

 

 

 

Escrito por: Bruna Lisboa, 08 de janeiro de 2017.

Colaboração: Profa. Mestre Erika Regiani.

Posts Populares