Blog

1 abril 2019

Como trabalhar com a diversidade na escola de Educação Infantil

Professor (a), já parou para pensar que se a diversidade na escola for trabalhada desde cedo, podemos ajudar a combater o racismo e o preconceito?

 

No último 21/03, comemoramos Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. Por isso trouxemos para nossos leitores parte de uma importante reflexão sobre a diversidade na escola e o preconceito racial com enfoque na Educação Infantil.

 

A diversidade, em seus vários formatos, está presente desde o início da vida escolar, na Educação Infantil, que é onde as crianças começam a conviver de forma mais efetiva, umas com as outras. 

 

É fundamental reconhecer a grande diversidade étnica e cultural, social, racial, entre outras formas de diversidade da sociedade brasileira e contempla-la positivamente no espaço escolar, para isso é importante que as crianças saibam, desde cedo, o valor  de respeitar os mais diferentes grupos existentes e principalmente aqueles que se diferem da aparência e dos costumes que estão próximos ao seu convívio.

 

Para facilitar o entendimento dos conceitos tratados neste artigo, trouxemos como destaque e contextualizamos o significado de algumas palavras como: diversidade, raça, racismo e preconceito, conforme o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa.

 

 

DIVERSIDADE

O termo diversidade aparece no dicionário com as seguintes definições:

 

1 – “diferença, dessemelhança, dissimilitude, divergência, contradição; oposição”.

2 –  “caráter do que, por determinado aspecto, não se identifica com algum outro”.

3 –  “multiplicidade de coisas diversas”.

 

Há estudos que o classifiquem como o conhecimento e a valorização das características étnicas e culturais dos diferentes grupos sociais que convivem em território nacional. Podemos aproximar este conceito da abordagem sobre a Pluralidade Cultural, que tem como objetivo:

 

a) Conhecer o patrimônio étnico-cultural brasileiro; b) Reconhecer as qualidades da própria cultura, enriquecendo a vivência da cidadania; c) Repudiar e denunciar toda e qualquer forma de discriminação baseada em diferenças de raça, etnia, classe social, crença religiosa, sexo e outras características individuais ou sociais.

 

É importante destacar que, quando reconhecemos a diversidade, não negamos automaticamente a existência de características comuns, mas consideramos o fato de que a Pluralidade Cultural proporciona a construção de uma sociedade de todos os que se manifestam em suas diferentes formas concretas do ser humano.

 

Imagine só os resultados que podem ser alcançados nas relações das crianças se desde a Educação Infantil, o ambiente escolar, como um todo, favorecer a valorização e o respeito a pluralidade cultural!

 

Mas, infelizmente, a diversidade (pluralidade ou diferença) nem sempre é vista como algo positivo, e é a partir desse estranhamento e desconforto que nasce o preconceito e a discriminação, que muitas vezes, reflete também no ambiente escolar.

 

 

ATUA OU PRETENDE ATUAR COMO

DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL?

Curso rápido sobre

DIVERSIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

COM CERTIFICADO

Para profissionais, estudantes e interessados na Educação Infantil.

 

RAÇA

A partir do mesmo dicionário, identificamos o termo raça como:

 

conjunto de ascendentes e descendentes de uma mesma família, tribo ou povo, com origem étnica, linguística e social comum”.

 

De forma mais completa podemos compreender raça como um “conjunto de indivíduos cujos caracteres somáticos, tais como a cor da pele, a conformação do crânio e do rosto, o tipo de cabelo, etc., são semelhantes e se transmitem por hereditariedade, embora variem de indivíduo para indivíduo”.

 

 

RACISMO

Já a palavra racismo nos remete para um leque de significados, mas que segundo o dicionário Aurélio, é definido como:

 

1 –  “qualidade ou sentimento de indivíduo racista; atitude preconceituosa ou discriminatória em relação a indivíduo(s) considerado(s) de outra raça”,

ou ainda

2 –  “qualquer doutrina que sustenta a superioridade biológica, cultural e/ou moral de determinada raça, ou de determinada população, povo ou grupo social considerado como raça”.

 

O racismo ocorre quando se inflige inferioridade a uma raça, podendo ser resultado da ignorância pessoal ou até de um tipo de preconceito intencional. Na prática, racismo está diretamente ligado à segregação e é isso que devemos combater na Educação Infantil!

 

 

PRECONCEITO

O significado da palavra preconceito, de acordo com o dicionário Aurélio, é:

 

1 – “Conceito ou opinião formados antecipadamente, sem maior ponderação ou conhecimento dos fatos; ideia preconcebida.”

2 – Julgamento ou opinião formada sem se levar em conta o fato que os conteste; prejuízo. Superstição, crendice; prejuízo. ” ou

3 – Suspeita, intolerância, ódio irracional ou aversão a outras raças, credos, religiões, etc.

 

Diferente do racismo, o preconceito pode ser definido como uma categoria de pensamento e do comportamento cotidiano.

 

Racismo não é somente teórico, por que também parte de maneira comportamental e fixada na experiência.

 

O pensamento cotidiano costuma nos trazer estereótipos, analogias e esquemas já elaborados que nos são impostos pelo meio em que vivemos e crescemos. E muitas vezes não damos atenção e o reproduzimos de forma acrítica e irracional, trazendo um estado de conformismo e evitando devidas aceitações e adequações ao diferente.   Contudo, o caráter provisório pode ser alterado e modificado na atividade social e individual. Assim com essa dinâmica de alteração, conseguimos combater preconceitos a partir de questionamentos mais profundos e quebra do suposto padrão de normalidade imposto.

 

 

O PRECONCEITO PODE SER CONCEITUADO

COMO QUALQUER OPINIÃO DEFINIDA SEM EXAME CRÍTICO!

 

 

 

 

10 SUGESTÕES DE CONTEÚDOS SOBRE RACISMO E DIVERSIDADE NA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL

 

Temos o livro didático como o material mais utilizado por grande parte dos educadores. Por este motivo, é responsabilidade social das escolas a verificação do uso de textos e/ou imagens em livros, materiais e nas práticas, que representem a diversidade na escola, a fim de identificar a presença de indicadores e/ou manifestações de preconceito racial.

 

Selecionamos 10 conteúdos que discutem o racismo e a diversidade na escola, para contribuir com você professor(a) da Educação Infantil que tem um papel tão importante na vida dos pequenos. Confira!

 

1 – A IMPORTÂNCIA DE TRABALHAR AS QUESTÕES RACIAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Trata de uma contribuição para a construção de práticas na educação infantil a fim de promover a igualdade racial, proporcionando por meio da leitura uma reflexão à luz das práticas pedagógicas em sala de aula, no qual educadores sejam instigados a promover práticas promotoras de igualdade racial.

 

 

2 – USANDO O FAZ DE CONTA PARA FALAR DE RACISMO

Trata de uma matéria sobre como uma Escola de educação infantil em São Paulo usa bonecos e um pouco de imaginação para trabalhar diversidade de um jeito nada óbvio.

 

 

3 – A IMPORTÂNCIA DE TRABALHAR AS QUESTÕES RACIAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Trata de uma contribuiÇÃO para a construção de práticas na educação infantil a fim de promover a igualdade racial, proporcionando por meio da leitura uma reflexão à luz das práticas pedagógicas em sala de aula, no qual educadores sejam instigados a promover práticas promotoras de igualdade racial.

 

 

4 – RACISMO IMPLÍCITO: UM OLHAR PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

Trata  de uma apreciação das questões étnico-raciais no contexto escolar, por meio da análise das práticas pedagógicas com o intuito de averiguar se tais questões, sobretudo, práticas de racismo, preconceito e discriminação racial são abordadas e de que forma.

 

 

5 – COMO TRABALHAR AS RELAÇÕES RACIAIS NA PRÉ-ESCOLA

Trata da importância de respeitar as diferenças é uma lição que deve ser ensinada desde os primeiros anos de escolaridade.

 

 

6 – UMA ANÁLISE CRÍTICA DO NEGRO NOS LIVROS DIDÁTICOS E  A DISCRIMINAÇÃO RACIAL NO INTERIOR DA ESCOLA

Trata da convivência entre os alunos do ensino fundamental de origem afrodescendente com as demais etnias, assim como coibir a discriminação dos educandos no interior da escola.

 

 

7 – RACISMO NA ESCOLA: O LIVRO DIDÁTICO EM DISCUSSÃO

Trata da diversidade enfatizando a discussão sobre racismo no espaço institucional.

 

 

8 – RESSIGNIFICAR É PRECISO! A IMAGEM DO NEGRO EM LIVROS DIDÁTICOS DE PORTUGUÊS

Trata de discussões, produções e reflexões que muitas vezes são silenciadas no ambiente escolar, trazendo um olhar crítico sobre a temática da diversidade cultural e racial.

 

 

9 – A DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRESENTE EM LIVROS DIDÁTICOS E SUA INFLUÊNCIA NA FORMAÇÃO DA IDENTIDADE DOS ALUNOS

Trata de um estudo com imagens e expressões de racismo, presentes em livros didáticos, percebendo se estes trabalham com a questão da discriminação e verificando de que forma a pessoa negra é representada socialmente nestes.

 

 

10 – MEC REPROVA LIVROS DIDÁTICOS POR VER RACISMO E MACHISMO EM IMAGENS COTIDIANAS

Trata de uma notícia sobre a coleção de ciências ficou de fora do Programa Nacional do Livro Didático por incluir imagens de mulheres, negros e indianos em problemas sociais.

 

 

 

Na prática

Para valorizar, respeitar e contribuir com a diversidade na escola, sempre que necessário os professores da Educação Infantil devem estar atentos e  fazer críticas sobre as representações racistas e/ou preconceituosas que possam se fazer presentes nas práticas escolares ou nos livros didáticos, dando atenção ao modo como é tratada a noção de diversidade, o que deve trazer sempre uma base de respeito às qualidades de cada ser humano.

 

Uma prática interessante é a realização de projetos! Veja um exemplo:

PROJETO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE RACISMO

PROJETO EDUCAÇÃO NÃO TEM COR

TEMA: Relações Raciais e Educação na Sociedade Brasileira.

SUBTEMA: Educação não tem cor

ÁREA(S) DO CONHECIMENTO: Na Educação Infantil, as áreas de conhecimento precisam ser entendidas numa perspectiva interdisciplinar, já que a contribuição de todas é fundamental para a não fragmentação do conhecimento e para respaldar o entendimento e a organização dos contextos educativos.

Para conhecer este projeto na íntegra acesse o Blog aqui.

 

 

Para finalizar

Os impactos do racismo e dos estereótipos raciais podem ser manifestados e desenvolvidos em sala de aula, bem como nos demais espaços do ambiente escolar. Por isso, os professores e equipe pedagógica da escola devem estar sempre atentos para de fato promover a inclusão.

 

Para trabalhar a diversidade na escola é necessário que os temas como respeito do assunto estejam sempre presentes nas aulas, pois desta forma podemos desconstruir qualquer forma de preconceito no início do desenvolvimento da criança! Bom trabalho!

 

 

 

CURSOS DE CAPACITAÇÃO

Para profissionais, estudantes e demais interessados na área da Educação Infantil.

CERTIFICADOS de 40 a 280 horas válidos em todo Brasil.

 

QUERO SABER MAIS AZUL ÊNFASE EDUCACIONAL

 

 

 

ACOMPANHE-NOS NAS REDES SOCIAIS

 

Fale pelo WhatsApp com o Ênfase Educacional Contato no site com o Ênfase Educacional Facebook Ênfase Educacional
You Tube Ênfase Educacional Instagram Ênfase Educacional Twitter Ênfase Educacional

 

 

 

Posts Populares