Blog

11 fevereiro 2016

Você conhece uma mulher pesquisadora?

A ONU celebra esta quinta-feira, 11 de fevereiro, o Primeiro Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência.

 

Segundo as Nações Unidas, ciência e igualdade de gêneros são vitais para alcançar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Nos últimos 15 anos, a comunidade global tem se esforçado para inspirar e engajar mulheres e meninas nesta área, pois, infelizmente, elas continuam sendo excluídas de participar plenamente no setor científico.

 

Uma pesquisa feita em 14 países, mostrou que a probabilidade de estudantes do sexo feminino obter um diploma de bacharel, mestrado ou doutorado em ciências ou em áreas correlacionadas é menos da metade do que se comparado aos homens.

 

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, Irina Bokova, afirmou que a Agenda 2030 não será alcançada sem o empoderamento das mulheres através e na ciência e que mais do que nunca, hoje o mundo precisa da ciência e a ciência precisa das mulheres. Pediu aos parceiros e governos que redobrem os esforços para dar mais poder a meninas e mulheres através da ciência, como base para avançar em relação à Agenda 2030.

 

O último relatório da agência sobre o assunto mostrou que as mulheres representam apenas 28% dos pesquisadores no mundo e a diferença aumenta ainda mais nos escalões mais altos.

 

Segundo a Unesco, as mulheres têm menos acesso a investimentos, a redes de estudo e até mesmo a cargos `senior` nas empresas, o que as coloca em profunda desvantagem.

 

Você conhece uma mulher se destaca nas pesquisas em sua área de atuação?

 

Compartilhe com ela esta novidade!

 

Adaptado de: UOL EDUCAÇÃO

Posts Populares